Passageiros do Tempo

Associação Lageana de Escritores


Esse é o título do terceiro livro da amiga e escritora Silda Tereza, lançado em 1989, ela sempre foi uma pessoa otimista e alegre seu prazer de viver contagia a todos os seus leitores, amigos e familiares.
Por três mandatos esteve à frente da Presidência da ALE- Associação Lageana de Escritores.
Passeando pelo Facebook encontrei esta mensagem escrita pela escritora:
“Hoje, Domingo 25 de agosto de 2013, um belo dia chuvoso. Bem romântico como eu gosto. E é hoje dia, que a minha cara-metade completa 84 anos de vida, cheio de saúde e de planos.
Arlindo Carbonera ! Foi amor á primeira vista. Quantas vezes escrevi esse nome na areia na beira do rio, onde eu lavava as roupas da família. Era ‘interiorzão’. Nos conhecemos em janeiro, noivamos em março e casamos dia 18 de setembro de 1954. Portanto em 2014 festejaremos as Bodas de Diamante (60 anos) é claro que o Bom Deus vai permitir.
Vivemos uma vida cheia de experiências, boas e difíceis, mas sempre conseguimos driblar o que nos atrapalhava, e lado a lado, trilhamos essa longa caminhada. Sempre pensamos no melhor para os nossos amados filhos, nossa maior riqueza e, muitas vezes, aos tropeços e dificuldades conseguimos o nosso melhor querer para eles. Hoje, mais do que nunca, chamo o Meu Deus num cantinho, como sempre faço quando quero pedir algo especial, e vou conversar com ‘ELE’ para pedir muita saúde, e a Sua benção especial para esse bom pai, bom marido, honesto e trabalhador, para que ele possa usufruir com toda a calmaria os merecimentos que lhe cabem por ter sido um companheiro leal, um pai superpreocupado e um avô cheio de ternura.
Que o Bom Deus lhe dê a alegria de abraçar a primeira bisneta que chegará em janeiro. Essa será, Daví e Adriana o maior presente que o biso pode receber. E pelo jeito, logo teremos mais bisnetos. O cordão de amor dos descendentes não pode se romper. Na nossa família é o amor acima de tudo. Feliz Aniversário, meu amor” !
Parabéns minha amiga!Nos dias atuais esse exemplo de amor reflete sua dignidade e companheirismo. Li neste depoimento uma bela lição de vida onde o amor construiu a felicidade − tal como seus livros que registram por meio de “Contos e Poesias” essa mulher de talentos passageira do tempo... Você soube e sabe dar valor às pequenas e grandes coisas.
Seus livros: ”Nossos Caminhos”(1981)”...De Cujas Sandálias não sou Digna”(1983)− “Doces Mistérios”(1995),chegaram recheados de belas poesias e contos levando os leitores navegarem nas belezas que a vida oferece.

Reflexos Humanos
Naquela tarde de agosto o vento soprava gélido e persistente. O sol brilhava intenso, o dia estava muito claro e sem nuvens. As sombras esguias refletiam nas águas, as imagens dos salgueiros que balançavam no barranco do rio.Lufadas do vento forte impediam aquela mulher a caminhar mais rápido.Com pensamentos mil a lhe rodopiar na cabeça, apertava entre as mãos os comprovantes dos seus dois amores. Um menino-homem e um homem-menino.
Mais forte do que o vento, o coração batia e lhe apertava o peito. Ela sabia o que iria enfrentar ainda naquela tarde fria e tinha quase certeza de ser compreendida pelas autoridades que precisavam ouvi-la. Ainda um turbilhão de dúvidas latejava no seu cérebro. Quando a o ceder ou não ceder o seu menino-homem para o pátrio dever.
O homem-menino inapto. É frágil. O menino-homem estava destinado a ser o baluarte daquela casa. A esperança viva. O impulso forte. A fibra resistente de um jovem decidido. Um pensamento no vigor da vida repartindo energias, despertando ânimos semeando otimismo e distribuindo atenções dentro daquele lar. Ela atravessou depressa o portal e caminhou as alamedas ajardinadas.
Fileiras de patrióticas boinas verdes desfilavam ante os seus olhos azuis. Ouviu ainda o assobio do vento entre as grandes árvores que se agitam e o farfalhar nas ramas dos pequenos arbustos que contornavam a praça.
Finalmente deparou-se com a austeridade do capitão que a recebeu, ouviu, interrogou e a compreendeu. Havia muito calor naquela sala. Intensamente feliz ela se retirou sorrindo e agradecendo o incrível ser humano, sensibilidade pura e profunda que acabara de conhecer e que estava escondido daquele capitão.
Envolvida pelo calor daquele ambiente ela iniciou o caminho de retorno. Inebriada que estava nem percebeu que o vento, agora brando, brincava apenas com algumas folhas soltas que dançavam leves naquele entardecer de agosto. (P.25)
A força, o dinamismo, a inteligência e a vivacidade de Silda Tereza me fascinam.Desejo de coração sucesso em sua caminhada familiar e literária.Obrigada por um dia ter feito parte da minha caminhada...

”Amanhã não sei se o sol vai brilhar hoje eu quero amar”



Por Associação Lageana de Escritores (ivonedaura@gmail.com)
Ivone Daura é Sócia da ALE e Presidente da ALB Lages - Academia de Letras do Brasil.



Links Patrocinados

Previsão do Tempo


Hoje em Lages, SC:
Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.


MÁX: 24°C  MIN: 16°C
veja a previsão completa