Mais de 100 toneladas de lixo são geradas diariamente em Lages


Categoria Meio Ambiente
Publicado em 30/03/2017




Diante disto, são necessários serviços de coleta e destinação adequados dos resíduos sólidos, de tal forma que se minimizem os impactos de poluição ambiental


Uma das várias competências da Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente é a da coleta de lixo, tanto o convencional recolhido de segunda-feira a sábado pelos garis em todos os bairros da cidade e em localidades do interior do município, quanto o reciclável, o lixo eletrônico e o descarte de pneus gerado pelas empresas que trabalham com este tipo de material poluente.

Enquanto o lixo dito convencional é depositado no aterro sanitário, o lixo reciclável, o eletrônico e o descarte de pneus são destinados à indústria de reciclagem. “Mantemos convênio com duas empresas, em Lages, que fazem o recolhimento de lixo eletrônico e pneus. O objetivo é manter este tipo de serviço ativo, pois só de pneus são recolhidos, mensalmente, 160 toneladas”, fala o secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Euclides Mecabô (Tchá-Tchá). “Estamos em fase de renovação do contrato com a empresa que recolhe os pneus, a qual está estabelecida no bairro Tributo”, esclarece.

Parte do lixo considerado reciclável, gerado diariamente pelos moradores, seja em suas residências ou em locais de trabalho, acaba sendo recolhido pela cooperativa de catadores, conveniada da Prefeitura. Todo o material coletado pelos cooperados é processado para venda para empresas do ramo de reciclagem.

Em média, por mês, são depositados no Aterro Sanitário, localizado na região do distrito de Índios, 3.700 toneladas de lixo urbano convencional. Esta coleta só não é realizada aos domingos e a média diária chega a 100 toneladas.

Para este serviço, a Prefeitura mantém convênio com a empresa Serrana Engenharia Ltda., responsável pela coleta e administração geral do Aterro Sanitário. Neste aterro, além do lixo urbano de Lages, são depositados lixos de outros 12 municípios, incluindo aquele gerado no município de Ituporanga. Ao todo, o aterro sanitário recebe por mês 3.800 toneladas de lixo urbano.

“O convênio com a Serrana compreende também a contratação de uma empresa fiscalizadora dos serviços e, além disso, temos a fiscalização realizada por equipe técnica da própria prefeitura formada por profissionais da área de engenharia ambiental e biologia”, conclui o secretário de Serviços Públicos e Meio Ambiente.


Lixo Eletrônico


A média mensal de lixo eletrônico coletado em Lages é de três a quatro toneladas, segundo informou o diretor da empresa Eco Centro Sul, Juarez Ramos, a qual está estabelecida na Rua Humberto de Campos, 126.

Todo o tipo de lixo eletrônico pode ser descartado diretamente nesta empresa ou então as pessoas têm a opção de ligarem (telefone: 3224 1218) solicitando a coleta que é feita gratuitamente. “A Eco Centro Sul só não recebe pilhas. Também não cobramos pela coleta que é realizada, com exceção das lâmpadas fluorescentes. Porém, caso a pessoa chegue aqui na empresa com essas lâmpadas e também com outros aparelhos para descarte, aí não é cobrado nada”, disse.

“Parte do lixo eletrônico coletado em Lages é levado para uma filial da empresa, em Curitiba, onde, por exemplo, asplacas de computador são embaladas e exportadas para o Japão”, falou o empresário.

Campanhas de coleta de lixo eletrônico são regularmente realizada em Lages, em parceria formada pela Secretaria Municipal de Serviços Públicos e Meio Ambiente, a Eco Centro Sul e a CDL, tendo como objetivo central de evitar que tais resíduos venham a poluir o meio ambiente.

Fonte: Prefeitura de Lages



Links Patrocinados




Previsão do Tempo


Hoje em Lages, SC:
Chuvoso durante o dia e a noite


MÁX: 19°C  MIN: 13°C
veja a previsão completa