Warning: strtotime(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/pl/public_html/noticiasver.php on line 56

Warning: date(): It is not safe to rely on the system's timezone settings. You are *required* to use the date.timezone setting or the date_default_timezone_set() function. In case you used any of those methods and you are still getting this warning, you most likely misspelled the timezone identifier. We selected the timezone 'UTC' for now, but please set date.timezone to select your timezone. in /home/pl/public_html/noticiasver.php on line 56
Anunciadas as novas datas da campanha de vacinação contra a gripe - Notícias - Portal Lageano

Anunciadas as novas datas da campanha de vacinação contra a gripe


Categoria Saúde
Publicado em 03/04/2017




A 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza (gripe) em Santa Catarina será realizada no período de 17 de abril a 26 de maio, sendo 13 de maio o Dia D de Mobilização Nacional, conforme o novo calendário anunciado pelo Ministério da Saúde (MS) para atender o cronograma de remessa das vacinas. Em Santa Catarina, 1.864.566 pessoas deverão ser imunizadas este ano.

No período de 17 a 21 de abril serão vacinadas apenas as pessoas com 60 anos ou mais e os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais (Indivíduos que apresentem pneumopatias, incluindo asma, cardiovasculopatias, nefropatias, hepatopatias, doenças hematológicas, distúrbios metabólicos, transtornos neurológicos e do desenvolvimento como epilepsia, paralisia cerebral, síndrome de Down, entre outros, imunossupressão associada a medicamentos, neoplasias, HIV/Aids ou outros, obesidade e pacientes com tuberculose, de todas as formas).

A decisão de priorizar esses grupos baseou-se no cronograma de distribuição das vacinas anunciado pelo Ministério da Saúde, que prevê o envio de apenas 25% do total de doses até o dia 5 de abril, e no fato de que esse público representou 72% das internações e 77% dos 108 óbitos notificados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza em 2016.

Para os demais grupos do público-alvo, a campanha será iniciada no dia 24 de abril: abrangendo crianças entre seis meses e menores de cinco anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), trabalhadores de saúde, professores do ensino básico e superior das escolas públicas e privadas, povos indígenas, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

O cronograma estadual foi definido na última reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que ocorreu no dia 23 de março, em Florianópolis. A CIB reúne representantes da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e das secretariais municipais de saúde de Santa Catarina.

A vacinação será oferecida gratuitamente em todas as salas de imunização da rede pública de saúde para os grupos prioritários até o final da campanha. A meta é alcançar uma cobertura de pelo menos 90% da população-alvo. No Dia D de Mobilização Nacional, 13 de maio, os postos de vacinação de todo o estado ficarão abertos das 8h às 17h. Saiba onde buscar a vacina em www.gripe.sc.gov.br.

Tétano
Durante a campanha da gripe, Santa Catarina também intensificará a vacinação contra o tétano. “Essa é uma importante estratégia estadual, pois, ainda que se tenham poucos registros de tétano em Santa Catarina, boa parte dos casos se apresenta de forma grave e, frequentemente, evolui a óbito. Isso é inadmissível, pois o tétano é uma doença totalmente prevenível por vacina”, explica a enfermeira Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (DIVE) da SES.

No ano passado, 12 casos de tétano acidental foram notificados no estado, sendo a maioria entre pessoas maiores de 50 anos, dos quais quatro evoluíram para óbito. Isso representa uma taxa de letalidade de 33,3%, acima da taxa nacional, que foi de 32,6%. A vacinação é a única maneira de evitar a doença, mas é preciso tomar três doses para garantir a imunização, com reforço a cada dez anos.

Cronograma
O Ministério da Saúde definiu um cronograma de envio semanal de lotes de vacina contra a gripe para os estados. “Por conta desse envio fracionado, poderá ocorrer períodos de desabastecimento nos postos. Porém, a população não precisa se preocupar, pois os postos receberão novas doses semanalmente”, informa Vanessa. Assim que as vacinas chegarem da Central Nacional de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Cenadi) do Ministério da Saúde, no Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, elas serão enviadas para a Central Estadual de Rede de Frio, em São José, pelo sistema de transporte rodoviário do MS.

Da Central, onde são conferidas e armazenadas, as vacinas serão distribuídas para as 19 Gerências Regionais de Saúde. A retirada das vacinas e o encaminhamento às salas de vacina são de responsabilidade dos municípios. Durante todo esse processo, as vacinas devem ser conservadas entre +2°C a +8°C de temperatura. Qualquer variação fora dessa faixa poderá acarretar na perda da qualidade ou, até mesmo, na inutilização das doses. Clique aqui e conheça a logística de distribuição de vacinas.

Cronograma de remessa
5 de abril - 510 mil (25%)
12 de abril - 210 mil (10%)
19 de abril - 246 mil (12%)
26 de abril - 360 mil (18%)
3 de maio - 408 mil (20%)
10 de maio - 150 mil (7%)
17 de maio - 167,1 mil (8%)

Fonte: Governo SC



Links Patrocinados




Previsão do Tempo


Hoje em Lages, SC:



MÁX: 26°C  MIN: 11°C
veja a previsão completa