Polícia Militar Ambiental firma convênio pioneiro com uma companhia de água


Categoria Polícia
Publicado em 10/06/2016




Uma união de esforços inovadora entre órgãos de autarquias públicas foi consolidada no fim da tarde desta terça-feira (7). Com a intenção de proporcionar melhor qualidade de saúde e, consequentemente, de vida, à comunidade de Lages e da Serra, o prefeito Elizeu Mattos assinou convênio envolvendo a Secretaria Municipal de Águas e Saneamento (Semasa) e a Polícia Militar Ambiental de Lages. Trata-se da primeira parceria entre a Polícia Militar de Santa Catarina e uma companhia de águas no Estado.

A parceria destina-se à coleta, análise e estudos de amostras de água em nascentes relativas ao rio Caveiras em localidades rurais e ações de educação ambiental com as comunidades, orientando-as. Serão mapeados 18 pontos na área da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures). “Toda forma de iniciativa inovadora me chama a atenção”, ressalta Elizeu.

A Semasa, segundo ele, é uma companhia que hoje “está nos trilhos”. “Lages tem, atualmente, R$ 100 milhões em volume de obras em saneamento básico. A Semasa dá lucro e esta parceria é mais uma ação que merece o nosso reconhecimento”, frisa. “Que este seja um trabalho referencial. Outras cidades não se preocupam com o meio rural”, ressalta o comandante da Polícia Ambiental de Lages, coronel Moreira.

O secretário de Águas e Saneamento, Benjamin Schultz, relembra dados relacionados aos serviços da Semasa. “Melhoramos a qualidade da água no município em 20%; a produção aumentou em 17%; as perdas diminuíram em 15%, e partiremos dos atuais 21% de coleta, transporte e tratamento de resíduos sanitários para 52% quando estiverem prontos os Complexos Araucária e Ponte Grande. A capacidade destas duas estruturas será de até 65% de tratamento de esgoto sanitário”, enumera.



O que prevê o convênio

À Polícia Ambiental caberá a coleta e a disseminação de informações de conscientização acerca dos recursos naturais, uso de agrotóxicos, entre outros. A Semasa estará incumbida da análise do material e emissão de laudos aos produtores rurais. Diferentes trechos altos do rio serão monitorados. “Esse tipo de trabalho ocorre em Nova Iorque há 170 anos”, pontua o secretário da Semasa, Benjamin Schultz.

O convênio terá vigência de 36 meses e a prefeitura destinará, através do orçamento da Semasa, R$ 4 mil mensais para subsidiar o trabalho por esse período. Viaturas, combustível, drone, polícia montada e parte da Polícia Militar estarão envolvidas nas atividades.

O major Pimentel, da Polícia Ambiental, acrescenta que o convênio rege que à Ambiental caberá o acompanhamento das condições da mata ciliar do rio Caveiras, desde a nascente até a captação, com sugestões dadas à comunidade por engenheiros florestais e biólogos, identificação de possíveis focos de poluição como depósitos clandestinos de lixo e capacitação por técnicos da Semasa, com policiais da cavalaria, sobre formas de coleta de água nas propriedades para posterior análise.

Ele diz que a partir do deferimento da Semasa será feita a coleta. “Levaremos o material ao laboratório da Semasa e, com o resultado, traçaremos estratégias para melhorar a qualidade da água. A Semasa já realiza um trabalho de qualidade no tratamento da água em nossa cidade”, salienta. O planejamento refere-se a ações quinzenais baseadas na parceria. “Se a água for menos poluída, menores serão os gastos públicos com tratamento”, complementa o prefeito Elizeu Mattos.

Fonte: Prefeitura de Lages



Links Patrocinados




Previsão do Tempo


Hoje em Lages, SC:
Dia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.


MÁX: 21°C  MIN: 4 °C
veja a previsão completa