Ampliação de Sistema de Esgoto abrange área urbana com 35 mil habitantes


Categoria Infraestrutura
Publicado em 20/05/2023




Destaca-se que até o presente momento foram implantados 19.410 metros de rede coletora, com tubulações de 150 a 700 milímetros de diâmetro



As obras do Projeto Complexo Ponte Grande compreendem o Sistema de Esgotamento Sanitário, com coleta e tratamento de esgoto, e a Urbanização/Pavimentação da nova avenida Ponte Grande. Trata-se de projeto da Prefeitura de Lages, executado pela Secretaria Municipal de Obras, contando em grande parte com recursos federais, mais contrapartida da municipalidade.

O emissário central de coleta de esgoto já totalmente implantado, ao longo de toda a extensão da nova avenida, divide-se em quatro subtrechos, dos quais apenas o primeiro deles está em funcionamento.

Trata-se do subtrecho que se estende ao longo da Etapa 01 da avenida (3.040 metros de redes coletoras), desde o ponto de interseção com a avenida Cirilo Vieira Ramos, no bairro Caça e Tiro, até o cruzamento da avenida Castelo Branco, onde todas as redes coletoras secundárias estão interligadas ao emissário central e à Estação de Tratamento de Esgoto.

No subtrecho da Etapa 02 da avenida (entre os cruzamentos das avenidas Castelo Branco e Presidente Vargas) falta concluir as instalações elétricas de duas estações elevatórias (as de número 6 e 7). Neste segundo subtrecho são “1.678 metros de interceptor da rede coletora totalmente concluídos com as redes coletoras secundárias já conectadas ao emissário central”.

E no subtrecho da Etapa 03, o qual se estende entre os cruzamentos da avenida Presidente Vargas e a BR 282, “faltam ser interligados algumas redes coletoras secundárias e a travessia subterrânea de esgoto em linha férrea”. Outra pendência neste subtrecho é a conclusão das instalações elétricas de três estações elevatórias (as de número 4, 8 e 11).

Enquanto que no subtrecho da Etapa 04 da avenida (da BR 282 até o ponto inicial do projeto, na avenida 31 de Março), numa extensão de 875 metros, “restam apenas serem implantadas as redes coletoras secundárias que serão interligadas ao coletor principal (emissário) ”.

“Este trecho do interceptor é imprescindível para conectar o Sistema Ponte Grande de Saneamento ao sistema já projetado e previsto de coleta da região denominada Grande Guarujá”.

Destaca-se que até o presente momento foram implantados 19.410 metros de rede coletora do Sistema de Esgotamento Sanitário Ponte Grande, com tubulações de 150 a 700 milímetros de diâmetro.



Sistema de Tratamento – ETE-Caça e Tiro



Conforme o “relatório de situação atual do empreendimento”, o Sistema de Esgotamento Sanitário da Avenida Ponte Grande tem por objetivo “tratar os efluentes gerados na região abrangida pelo Rio Ponte Grande, onde reside uma população de aproximadamente 35 mil habitantes”.

Para isso, foi construído o módulo 3 da ETE-Caça e Tiro, com capacidade de depurar 52 litros por segundo. O projeto civil, desta obra, está 100% executado, enquanto que o projeto mecânico/hidráulico de interligações 96% executado. Os equipamentos complementares, tais como bombas, painel elétrico, ponte raspadora para adensador de lodo estão todos instalados, com o sistema de aeração plenamente executado. Destaca-se também que a execução da subestação de entrada de energia elétrica foi concluída e está em operação.

O Custo total do módulo 3 da ETE-Caça e Tiro é de R$ 4.001.600,00, com contrapartida da Prefeitura/Semasa de R$ 1.129.720,56.

Fonte:



Links Patrocinados




Previsão do Tempo


Hoje em Lages, SC:



MÁX: 13°C  MIN: 9 °C
veja a previsão completa